quarta-feira, 14 de maio de 2014

Over Again: Capítulo 17

London Eye.

We were lost in the middle, like bottles in the ocean... But we found one another, like the answer to a question.
-Loving You Is Easy/Union J

Eu: Manuela, então... será que você aceitaria ir comigo em uma lanchonete? Ou pelo 
menos, andar por ai? –falei e fiquei no vácuo, porque me parecia que ela estava perdida 
em seus próprios pensamentos- Manuela?
Zayn: Manuela?
Eu: Você aceita? –perguntei de novo.
Manuela: O que? –sorriu- Desculpa, eu fiquei perdida na minha cabeça. –riu.
Eu: Tudo bem. –sorri- Eu perguntei se, você, hm, aceitaria ir comigo em uma lanchonete qualquer?
Manuela: O que? Não é arriscado?
Eu: Um pouco, mas eu faço isso á 1 ano, raro foram os momentos em que me pegaram. 
–sorri tentando lhe passar confiança- Eu uso disfarce.
Manuela: Ah ta. –ela riu- Tudo bem então.
Eu: Eu só vou pegar meu casaco. Já volto. –levantei-
Louis: Aonde você vai? –Louis perguntou entrando na sala com uma nova blusa.
Eu: Pegar meu casaco pra ir em uma lanchonete com a Manuela. –sorri e Louis sorriu maliciosamente de volta, não pude deixar de rir, ele está andando muito com o Harry. 
Na verdade, nunca entendi o amor que esses dois sentem um pelo outro. 
Voltei rapidamente vestindo meu casaco, toca e um óculos de sol-.
Louis: Vai esquiar querido? –Louis parou de morder o ombro de Zayn, que já reclamava
e me olhou.
Eu: Me deixa. –eu ri- Preciso disso para as pessoas não me verem.
Louis: Olha, ele vem com manual de instruções, você quer? –ele perguntou pra Manuela e 
eu dei um soco no braço dele- Ai porra! –Manuela riu.
Manuela: Eu acho que vou saber cuidar bem do amigo de vocês. –todos riram.
Zayn: Só nos devolva ele inteiro, por favor. Precisamos desse pequeno individuo.
Eu: Tchau! –eu ri- Vamos Manu?
Manuela: Vamos sim.

Niall Pov’s off.

  
SeuNome Pov’s on.

Você: Mais que demora mais demorada. Meu Deus, eu to morrendo de fome. 
Erick: O Nando’s ficou meio cheio depois que adicionaram novos pratos como: Zayn, Harry, Louis, Liam e Niall. –ele me olhou com um sorrisinho- Você vai querer o que?
Você: O que você acha?
Erick: Niall?
Você: Óbvio meu querido. –eu sorri- E você vai querer qual?
Erick: Eu não vou escolher um desses ai. Mas você não queria tacos?
Você: Mudei de idéia, tem o prato do Niall. Ai que emocionante. –Erick gargalhou.
Xxx: Boa tarde, bem vindo ao Nando’s! Qual o pedido de vocês? –uma moça baixinha, com cabelos ruivos presos em um coque com uma toquinha nos perguntou sorrindo-
Erick: Ela vai querer o especial do Niall e eu vou querer o de sempre, Charlotte.
Charlotte: Anotado Erick! Vocês vão comer aqui?
Erick: Não pra viajem! –Erick sorriu e moça baixinha vulgo Charlotte foi para dentro 
entregar o nosso pedido.
Você: Da onde é que você conhece ela? –levantei uma das sobrancelhas.
Erick: Eu venho sempre aqui, SeuApelido. Ela já me conhece!
Você: Você já viu algum dos meninos? –arregalei os olhos e ele riu.
Erick: Não, disseram que eles fecham pra eles. Gostam de privacidade. –fitou a parede.
Você: Vai demorar muito? Eu to morrendo de fome.
Erick: Disso eu sei! Não deve demorar tanto assim. Pra pegar é bem mais rápido do que 
pra fazer o pe...-Erick foi interrompido por Charlotte que vinha trazendo os pedidos, 
nossa mais que rapidez- Não disse. –ele sorriu e foi pegar os lanches.
Você: O que você pensa que ta fazendo?
Erick: Pagando? –perguntou abobado.
Você: Nada disso, Erick.
Erick: Ah não. Por favor, SeuApelido não vai dar um chilique de querer pagar agora, né?
Você: Eu não dou chiliques, seu imbecil. –eu ri.

SeuNome Pov’s off.


Manuela Pov’s on.

Estávamos chegando ao Nando’s que era onde Niall estava me levando quando eu vi o 
Erick e a SeuNome saindo de lá, me desesperei, comecei a suar frio. Não era possível que 
meu plano estaria indo por água abaixo no primeiro dia.

Niall: Manuela? Você ta bem?
Eu: A-ham... É.. Ni-Niall.., va-vamos para outro lug-gar? –olhei pra ele.
Niall: Você ta passando mal? Tudo bem, vamos. –ele pegou minha mão e me guiou 
para o outro lado, parando em frente a uma barraquinha de batatas-fritas- Está melhor?
Eu: Aham! –o olhei sorrindo.
Niall: O que você tinha?
Eu: Eu, eu só vi uma pessoa que não queria ver, está tudo bem. –sorri tentando passar confiança pra ele.
Niall: Quem? –eu gargalhei.
Eu: Mas você faz muitas perguntas, hein?! –ele sorriu tímido.
Niall: Você quer batatas? –ele abriu um sorriso gigante.
Eu: Não. Batatas engordam. São gordurosas, Niall e tem muitas calorias. –o sorriso dele 
se desmanchou em poucos segundos, que barbaridade eu fiz- Mas... eu como com você. 
Niall: 1 porção grande, por favor. –ele sorriu. Como eu odeio batatas, elas engordam 
vão pra minha bunda e eu vou ficar cheia de celulite, eu odeio Niall por me fazer 
comer isso- Obrigada! –rapidamente o moço deu a porção pra ele e fomos 
comprar coca-cola- Eu adoro essas batatas daqui, são tão boas.
Eu: Eu não como muito, mas essas estão realmente muito boas. –estava comendo que nem um leão-
Niall: Você quer tudo? –ele gargalhou.
Eu: Não, não.. como assim? Não, Niall. Pode comer. Ai meu Deus. –corei e ele gargalhou outra vez.
Niall: Está tudo bem. –ele sorriu- Eu compro outro pra mim.
Eu: Não faz isso, pode comer. Eu nem estava com tanta fome assim. –Mentira, tava 
morrendo de fome. Comendo que nem uma coruja com taquicardíaca.
Niall: Sério? –ele disse irônico e eu levantei uma das sobrancelhas e ele fechou o sorriso 
me encarando- Então... vamos ao London Eye? –Ai meu Deus, de novo? Eu já estava 
cansada de toda vez ir ao mesmo lugar-
Eu: Claro, eu vou adorar. Lá é lindo. –não achava nada demais não, mas tinha que impressionar ele.
Niall: Vamos então. –ele acabou de comer as batatas e jogou na lixeira perto do 
banquinho onde nós estávamos sentados-

Manuela Pov’s off.


SeuNome Pov’s on.

Que legal. Primeira vez no London Eye e a pessoa se perde do seu querido companheiro, Erick. Eu sou uma idiota. Está comprovado. Faz exatamente vinte minutos desde que nós saímos do Nando’s e o que me restou foram as minhas batatas que eu não queria comer, estava com pena. Não sei pra onde ir, não tenho bebida. Vou morar em baixo de uma 
dessas pontes aqui. Vou ter que viver aqui para sempre e conviver com gatos e ratos 
passando pelo meu pé, não verei mais meu pai e o Erick vai se sentir culpado pelo resto 
de sua vida. Ta, eu sei que to exagerando, mas eu estou mesmo perdida e não sei que rumo tomar ou ao menos para qual lugar ir. Em plena sexta feira e Londres ta parecendo o Carnaval no Brasil, mas as pessoas são mais civilizadas, é claro. Estamos lidando com outro tipo de país, tentei sair daquela multidão e continuei andando. Tem um cachorro me seguindo. Que legal. Vou morrer sendo devorada por um cachorro. Não queria uma morte assim, que caminho eu fui tomar na minha vida, hein? Tenho duas opções: Ou eu corro ou eu morro. Não estava muito a fim de morrer então comecei a correr desesperadamente e o cachorro corria cada 
vez mais rápido atrás de mim.

Eu: Ai puta que pariu, porque motivos eu tive que me perder do Erick, meu Deus? 
Eu prometo que se eu sobreviver não vou reclamar da vida, eu prometo que faço todas as lições da escola. Me perdoe por quebrar os copos da minha mãe de propósito com raiva porque ela não me deixou ir ao cinema ano verão passado, me perdoe por quebrar aquele vaso que minha vó deu pra minha mãe que ela tanto ama.. AAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHH!!


SeuNome Pov’s off.

              

7 comentários :

  1. Continua.por favor e tomara que eu encontre com o nini no próximo capítulo

    ResponderExcluir
  2. Scrr esse capítulo foi demais!! ~leitora nova kkk~ continua!!
    xx Sara

    ResponderExcluir
  3. ~Leitora Nova~ Please continuuaa to amando a sua fic!!!!!!!!!!!
    XxxEmilly

    ResponderExcluir
  4. continua please

    xx agatha

    ResponderExcluir
  5. Vaiiiii!kkkkk adorei aquela parte do cachorro

    ResponderExcluir
  6. contuniaaa!!!!!mt maça

    ResponderExcluir